O QUE SÃO OS OBJECTIVOS DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL?

SSetembro, marca o 5º aniversário dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável: “para um futuro melhor e mais sustentável para todos”.
E em alusão a esta comemoração, nada melhor do que relembrarmos, o que são de facto estes objectivos e o que englobam.

Os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) são um apelo universal à acção para erradicar a pobreza, proteger o planeta e melhorar a vida de todos, em todos os lugares.

Os 17 Objectivos foram adoptados por todos os Estados Membros da ONU em 2015, como parte da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, que estabeleceu um plano de 15 anos para atingir estes mesmos Objectivos.

Hoje, o progresso está a ser desenvolvido em muitos lugares, mas, no geral, as acções para cumprir as Metas ainda não estão a avançar na velocidade ou na escala necessária.
2020, precisa inaugurar uma década de acções ambiciosas para cumprir as Metas até 2030.

Uma Década de Acção

Faltando pouco menos de dez anos para atingir os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável, os líderes mundiais na Cúpula dos ODS em Setembro de 2019, solicitaram uma Década de Acção e entrega para o desenvolvimento sustentável e comprometeram-se a mobilizar financiamento, melhorar a implementação nacional e fortalecer as instituições para atingir os Objectivos até à data prevista de 2030, não deixando ninguém para trás.

O Secretário-Geral da ONU, António Guterres, exortou todos os sectores da sociedade a mobilizarem-se para uma década de acção em três níveis:

  • Acção global para garantir maior liderança, mais recursos e soluções mais inteligentes para os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável;
  • Acção local incorporando as transições necessárias nas políticas, orçamentos, instituições e estruturas regulatórias de governos, cidades e autoridades locais;
  •  Acção popular, incluindo jovens, sociedade civil, media, sector privado, sindicatos, academia e outras partes interessadas, para gerar um movimento imparável em busca das transformações necessárias.


Numerosos líderes e organizações da sociedade civil também pediram um “super ano de activismo” para acelerar o progresso nos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável, exortando os líderes mundiais a redobrar os esforços para alcançar as pessoas que estão mais atrás, apoiar a acção local e a inovação, fortalecer os sistemas de dados e instituições, reequilibrar a relação entre as pessoas e a natureza e desbloquear mais financiamento para o desenvolvimento sustentável.

No cerne da década de 2020-2030 está a necessidade de acção para combater a pobreza crescente, capacitar mulheres e meninas e enfrentar a emergência climática.

Apesar do caminho ainda ser longo, muito já se alcançou até aos dias de hoje.

Mais pessoas à volta do mundo estão a viver melhor do que há apenas uma década. Mais pessoas têm acesso a melhores cuidados de saúde, trabalho decente e educação.

Porém, as desigualdades e as mudanças climáticas estão a ameaçar desfazer estes ganhos.

O investimento em economias inclusivas e sustentáveis pode desencadear oportunidades significativas para a prosperidade partilhada. E as soluções políticas, tecnológicas e financeiras estão ao nosso alcance.

O “call to action” da ONU é feito para todos nós, devendo ser incorporado e dado por todos nós, em forma de activismo, nomeadamente, a nível de boas práticas de sustentabilidade, inclusão, amor ao próximo e cidadânia.

Mudanças rápidas de comportamento, sem precedentes, são necessárias para o bem-comum das Pessoas e do Planeta.

#ForPeopleForPlanet


Fonte

un.org